segunda-feira, 27 de abril de 2015

Tecnologia nos automóveis, bom e ruim.



A tecnologia da informação automotiva e toda a elétrica disponível nos carros de hoje, estão transformando-os quase em computadores ambulantes, ou tão tecnológicos quanto. Mas há um problema para processar todos os sistemas de processamento disponíveis em um carro e existem carros com mais de 80 sistemas eletrônicos diferentes.

Quando se fala em tecnologia nos automóveis ainda há muito medo em relação à segurança, é preocupante a invasão de intrusos que possam ter acesso aos sistemas do carro e pôr em risco a vida dos passageiros e dos pedestres usando o acesso ao controle do motor e dos freios por exemplo. Pensando nisso a Universidade Técnica de Munique, na Alemanha desenvolveu um sistema de “tecnologia da informação automotiva” que consiste em duas camadas que separam os sistemas que envolvem a segurança do veículo, dos sistemas que proporcionam a diversão e o acesso à internet. Se trata de uma nova rede, batizada de Barramento de Serviços Automotivos que funciona como um canal de mensagens onde todas as “funções de conforto” foram migradas para esta rede. Funciona assim, todos os componentes podem enviar e receber mensagens através deste canal e os sistemas essenciais para a segurança do veículo podem ser acessados no modo de leitura.


"Exatamente como os aplicativos em um telefone celular, os componentes [de software] podem ser atualizados, adicionados ou apagados sem necessidade de visitar uma oficina," disse o engenheiro Michael Schermann, coordenador da equipe. Após passar por testes, o sistema já recebeu certificação das autoridades da Alemanha.