quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Emplacamento de veículos cresce em Julho, mas isso não ajuda a superar a crise. Saiba Porquê.

Mesmo com um crescimento de 6,9 % no número de emplacamentos no mês de Julho, a crise continua grande no setor automotivo.


O que vemos desde o começo do ano, são lojistas, grandes concessionárias e bancos facilitando e incentivando a compra de veículos para amenizar a crise e se livrar dos estoques de veículos no pátio. O aumento de 6,9% no emplacamento de veículos no mês de julho, pode ser resultado destas e de outras ações que vem sendo tomadas dentro do setor automotivo como um todo.

Este número, porém, não traz muita esperança para quem vive do setor automotivo. Greves, demissões e férias coletivas continuam acontecendo. Os veículos se acumulam no pátio e a produção caiu drasticamente por não haver demanda o suficiente.

O aumento foi bom? Sim, claro. Mas não é o suficiente já que no acumulado do ano a queda foi de 17,87% sobre 2014, isso significa que foram emplacadas 2.405.467 unidades de janeiro a julho/2015, contra 2.928.868 no mesmo período de 2014.